Vimeo: defina o cartão de visitas ideal para seu vídeo

O vídeo é estranho, mas os novos recursos são ótimos. Agora o serviço de hospedagem de vídeos possui integração com o Dropbox. Você pode puxar dados de lá. Além disso, passou a ser possível pausar o upload de novos arquivos e retomar depois.

Outra boa sacada é escolher qualquer quadro da gravação como miniatura. Melhor do que deixar esse trabalho para ser executado automaticamente pelo sistema, que muitas vezes congela trechos toscos como cartão de visitas para o vídeo. O YouTube está cheio de exemplos do tipo.

Uncertain rainbow

Ao invés de usernames, cores. Ao acessar o Uncertain rainbow, cada usuário do Twitter passa a ter uma cor específica. E você nunca sabe quem está por trás dela. Ou seja, você tem acesso à mensagem, mas não ao nome do autor, nem quem a retuitou. A proposta desse arco-íris incerto é despir a experiência virtual de disputas de ego, dando maior destaque à informação.

Projeto Reconectar

Um dia offline. Essa é a proposta do projeto Reconnect. Em 2 de setembro, corte o sinal de suas traquitanas eletrônicas e se lance em atividades ao ar livre. A ideia da iniciativa é liberar a mente para produzir criativamente.

Não se trata de uma movimento anti-cibercultura. Você pode, por exemplo, tirar fotos. Só não deve publicá-las no Instagram. No dia seguinte, visite a página do projeto no Facebook e compartilhe sua experiência.

Lembra uma campanha da MTV e a propaganda Desconectar para conectar (vídeos abaixo). Entretanto, o Reconnect tem uma pegada mais focada na produção autoral, e não apenas no consumo de outras mídias ou na socialização.

Partilha criativa

O YouTube convidou, através do seu blog, os usuários do serviço a remixar os 4 milhões de vídeos licenciados com Creative Commons (CC). O texto -assinado por Cathy Casserly, CEO da CC- é acompanhado de um vídeo, que abre esse post.

Para quem quer abrir suas produções autorais para a apropriação inventiva, o YouTube traz uma seção específica sobre o assunto.

Produzindo jornalismo por acaso

Muitas pessoas estão se acostumando a utilizar o Twitter como fonte de notícias de última hora. […] Mas é fascinante se deparar com novos exemplos de como a rede de informação em tempo real pode ser usada para relatar fatos no calor do momento, seja jornalista profissional ou quem produz o que Andy Carvin, da NPR, chamou de “atos aleatórios de jornalismo.” […] sinal de como a mídia social está mudando a forma como consumimos e produzimos jornalismo.

Mathew Ingram, redator do blog GigaOM, comenta caso recente em que um integrante do Reddit reuniu, numa reportagem sobre tiroteio em Toronto, tuítes das pessoas que participaram e mais tarde tornaram-se vítimas do incidente.

Ingram cita também ótimos links de análises sobre a cobertura em tempo real utilizando mídias sociais, como a que serviu de inspiração para o título desse post.

Achievement Unlocked

Um jogo para aprender a utilizar o Photoshop. Cada missão completada lhe garante pontos e recompensas. Ideal para quem está dando os primeiros passos no programa da Adobe.

Como defende Simon Egenfeldt-Nielsen, pesquisador da Universidade de Tecnologia da Informação de Copenhague (Dinamarca), através dos jogos, “As limitações das mídias tradicionais são rompidas e reunidas de um jeito novo e interessante”.